Eletrocloração sem sal

O que é eletrocloração sem sal?

A cloração sem sal é um dos maiores desafios no âmbito da inovação e do progresso no setor da eletrocloração. A Innowater, sempre na vanguarda em termos de novidades do setor, sabe que há algumas aplicações em que um fornecimento externo de NaCl (sal) pode representar uma desvantagem considerável. Em circuitos abertos, por exemplo, um fornecimento contínuo de salitre pode ser prejudicial e demasiado dispendioso. Noutros casos, o sistema ou as características da infraestrutura simplesmente não permitem a adição de sal.

Portanto, a Innowater oferece o sistema de eletrocloração sem sal. Este dispositivo consiste na realização de um sistema de eletrocloração que não necessita de NaCl. Um sistema eficaz e com capacidade de produção suficiente para as diferentes aplicações. Ou seja, o resultado foi obtido ao se aperfeiçoar o sistema de eletrocloração convencional para alcançar um rendimento tal que a mera concentração de iões cloreto da água natural seja suficiente para um funcionamento ótimo. Tal representa uma revolução notável no campo da cloração que possibilita um grande número de novas aplicações.

O rendimento do dispositivo intensifica-se graças a diferentes fatores que afetam todos os componentes do sistema. Foi desenvolvido um novo revestimento catalítico, muito seletivo, que diminui o potencial de oxidação dos iões cloreto. A técnica de deposição do revestimento foi modificada para obter uma seção eficaz com uma reação maior. Tal aumenta consideravelmente o rendimento de superfície dos elétrodos. Por último, foram desenvolvidas novas fontes de alimentação, cuja saída pode ser controlada de forma muito precisa em função da composição da água e de outros parâmetros, como temperatura, caudal, etc. Desta forma é favorecida a oxidação da quantidade limitada de iões cloreto disponíveis sem a utilização de sal.

Como funciona a eletrocloração sem sal?

- A concentração de iões cloreto da água natural

O dispositivo de cloração da água mantém o mecanismo da eletrólise através da concentração de iões cloreto da água para garantir um funcionamento ótimo e de qualidade. Graças ao seu novo revestimento catalítico, é possível diminuir o potencial de oxidação dos iões cloreto. Além disso, as suas fontes de alimentação podem ser controladas de forma precisa em função das necessidades da composição da água ou da superfície.

As suas linhas de produção padrão foram criadas para trabalhar a 200 ppm de cloretos dissolvidos na água. Geralmente, tal equivale a uma concentração total de sólidos dissolvidos (TDS) de cerca de 500 ppm, que é o padrão de muitas aplicações, como nas piscinas.

Entre as suas principais aplicações, destacam-se as seguintes:

-Água corrente
-Águas residuais
-Controlo de biopelícula (Biofilm)
-Irrigação
-Transformação de alimentos
-Torres e circuitos de refrigeração
-Dessalinização
-Barragens agrícolas
-Piscinas
-Esgotos

Quais são as principais vantagens da eletrocloração sem sal?

Este sistema partilha das vantagens da eletrocloração salina, mas possui ainda um grande número de benefícios adicionais.

Eficiência de desinfeção superior
Na célula são alcançadas concentrações de cloro muito elevadas. Esta concentração tem um poder oxidante muito elevado e neutraliza, por exemplo, as cloraminas sem necessidade de clorar adicionalmente o resto do circuito. O sistema produz outros oxidantes baseados no oxigénio de vida extremamente curta e com um poder desinfetante muito superior ao do cloro. Característica que ainda está a ser estudada.
De eficiência económica
A eletrocloração sem sal tem um baixo custo de produção (16,5 kWh por quilograma de cloro). Além das economias no transporte e da independência do cloro químico, que deixa de ser necessário.
Em segurança
Evita o armazenamento de produtos químicos e o transporte de cloro gasoso, extremamente perigoso.
Ecológicas
Evita o uso de conservantes isocianúricos do cloro e permite a produção local. Evita ainda as emissões de CO2 na atmosfera. Além disso, no momento do escoamento, por não conter produtos químicos nem salitre, os seus componentes não são prejudiciais para a biosfera.
Na regulação
As fontes comutadas permitem um controlo muito preciso da potência de saída. Os nossos elétrodos trabalham sempre no ponto ótimo da curva de potência e a produção de cloro é modulada quando se interrompe periodicamente o tempo de carga. Estas duas características, impossíveis em fontes convencionais, têm como consequência um aumento muito considerável da vida dos elétrodos. Os nossos elétrodos trabalham apenas uma fração do tempo para produzir a mesma quantidade de cloro. Além disso, o seu sistema online evita o uso de bombas e tanques de reserva e permite uma instalação fácil, inclusive em sistemas já instalados. Mantém ainda um sistema modular ampliável, adaptado ao crescimento de cada instalação.
Português

Este sitio web utiliza cookies propias y de terceros para garantizar una mejor calidad de servicio. Si continuas navegando, entendemos que aceptas su uso. Leer más

Los ajustes de cookies de esta web están configurados para "permitir cookies" y así ofrecerte la mejor experiencia de navegación posible. Si sigues utilizando esta web sin cambiar tus ajustes de cookies o haces clic en "Aceptar" estarás dando tu consentimiento a esto.

Cerrar